Os primatas e o luto

27/06/2011

O luto, estado de espírito marcado pela rememoração de entes queridos após sua perda, não é, como poderia se pensar, exclusivo aos humanos. Um estudo publicado no início deste ano no American Journal of Primatology relata práticas fúnebres entre grupos de chimpanzés africanos.

Os pesquisadores verificaram comportamentos singulares, muito próximos aos humanos, em  chimpanzés fêmeas que perderam seus filhotes. No vídeo abaixo, uma fêmea observa e acaricia o corpo de seu filhote morto, aparentemente tentando se certificar da morte, para depois entregá-lo aos outros chimpanzés do grupo.

Pesquisas anteriores já indicavam a presença de rituais de despedida dos mortos entre chimpanzés. Em 2003, uma equipe de pesquisadores relatou o comportamento de duas chimpanzés fêmeas carregando os corpos de seus filhotes mortos. Ainda em outra pesquisa, foi relatado um grupo de chimpanzés que limpou e “velou”, observando durante toda a noite, o corpo de uma anciã da espécie.

Segundo os pesquisadores, a forma como os outros primatas encaram a morte ainda é algo a ser decifrado. No entanto, as descobertas recentes apontam que as semelhanças com o comportamento humano diante da perda são grandes.

Fonte: Veja

Deixe o seu comentário

Posts mais populares