Moksha Tower: uma iniciativa para quatro religiões

25/07/2011

A Índia é um dos maiores países do mundo, com a segunda maior população (cerca de 1,2 bilhões de habitantes), e também um dos países com maior diversidade étnica e religiosa. Estes são, também, fatores que tornam os funerais na Índia um assunto complicado.

O rápido crescimento econômico e demográfico, e a constante industrialização, tornam as áreas verdes e espaços abertos indianos cada vez mais escassos e, apesar de a cremação ser preferida por boa parte da população do país, os espaços empregados em sepultamentos aumentam progressivamente.

Foi pensando nisso que os arquitetos Yalin Fu e Ihsuan Lin projetaram, para a cidade de Mumbai, a Torre Moksha, cemitério vertical com 13 andares. Com a promessa de atender aos costumes das quatro grandes religiões predominantes na Índia, a Torre Moksha conta com serviços crematórios e um rio para aspersão das cinzas, para os hindus, espaços para funerais e enterros para cristãos e muçulmanos e, no terraço, uma torre de silêncio, para os zoroastristas.

A torre é definida, pelos seus criadores, como um elo simbólico entre os céus e a terra. Além dos espaços dedicados aos rituais fúnebres das diferentes religiões citadas, a Torre Moksha conta também com diversas áreas verdes, ao longo de sua estrutura, dedicadas à contemplação, meditação e orações, além de ajudar a diminuir a emissão de CO2 e o aquecimento de Mumbai.

Fonte: CTBUH

Deixe o seu comentário

Posts mais populares